Empreendedorismo Potiguar e Investimentos

O Rio Grande do Norte é um Estado rico em recursos naturais: petróleo, gás, sol, terras, ventos e paisagens costeiras. No entanto, para a transformação dos recursos naturais em desenvolvimento econômico são necessários diversos investimentos e competências privadas e públicas. Por exemplo:

RECURSOS NATURAIS INVESTIMENTOS E COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS
Ventos Linhas de transmissão, torres, tecnologia, conhecimento e tecnologia ambiental, exploração  continental e marítima. Segurança regulatória.
Sol Tecnologia de produção de energia (fotovoltaica, termosolar), infraestrutura, exploração continental e marítima. Segurança regulatória.
Recursos minerais, incluindo óleo e gás Infraestrutura logística de alta capacidade integrada nacional e internacionalmente. Boa capacidade em engenharia.
Paisagens costeiras Infraestrutura logística, hoteleira, serviços, empreendedores e profissionais qualificados e segurança pública.
Terras férteis Infraestrutura de irrigação, armazenamento e escoamento da produção. Tecnologia em agronomia e genética.
Recursos hídricos Tecnologia equipamentos para pesca extrativa e aquicultura. Infraestrutura de armazenamento e escoamento da produção.


Nesse contexto, a agricultura do Rio Grande do Norte poderá receber forte impulso na próxima década em função da esperada conclusão da transposição do Rio São Francisco e obras complementares, permitindo forte ampliação da área irrigada no Estado e aproveitamento dos solos férteis. Conjuntamente com a incorporação tecnológica há relevante potencial para seu desenvolvimento.

Na indústria prevalecem os desafios da produtividade, da expansão do parque existente e da agregação de valor à produção, da incorporação tecnológica, bem como a atração de plantas orientadas para os mercados regional, nacional e internacional.

Nos serviços, as economias desenvolvidas e o Rio Grande do Norte possuem boa parte de seu PIB oriundo deste setor. Destaca-se nesses países no entanto a importância dos serviços avançados articulados com a produção industrial e agrícola, que agregam valor e aumentam a produtividade na indústria e na agricultura, e aqueles ancorados em ativos intangíveis, como conhecimento e tecnologia, a saber: a pesquisa e desenvolvimento tecnológico, os serviços financeiros, médicos e educacionais, a indústria criativa, de software e de telecomunicações, bem como o turismo. Este setor representa uma importante fronteira ao desenvolvimento econômico Potiguar.

Estrutura Produtiva do Rio Grande do Norte - Atividades econômicas Dominantes: Situação em 2035
Fonte: Elaboração Macroplan, 2014.